quarta-feira, agosto 05, 2009 | Posted in ,
"Não há aqui que medir forças com o tempo, um ano não importa e dez anos não são nada. Ser artista não significa o reconhecimento e a contagem, mas o amadurecer, tal como a árvore que não força a sua seiva e permanece confiante perante as tempestades de Primavera, sem temer que depois delas venha o Verão. Ele vem. Mas vem apenas para os pacientes, que ali ficam como se a eternidade os aguardasse, tão despreocupada, calma e grandiosa. Eu aprendo diariamente, aprendo-o coma dor à qual estou grato , a paciência é tudo! "

_________________________RAINER MARIA RILKE - "Cartas a um jovem poeta"
Category: ,
��

Comments

2 responses to "APRENDIZAGEM I"

  1. pinguim On 06 agosto, 2009 00:54

    "Cartas a um poeta" foi dos livros que mais me marcou, quando o li no final da minha adolescência.
    Nunca tinha visto nenhuma referência a R.M.Rilke na blogosfera até hoje.
    Obrigado portanto.
    Abraço grande.

     
  2. Daniel Silva (Lobinho) On 06 agosto, 2009 22:51

    Uma boa escolha, sim senhor.
    Apesar de gostar mais dos poemas dele, este pequeno livro para mim, vale mais pela forma, porque se l~e com encanto, como se não cuidássemos do que ele diz verdadeiramente. Ou seja, a forma aqui foi muitíssimo bem conseguida.
    E ao fim de uns tempos, se o voltarmos a letr, parece tudo novo outra vez.

    Tem beleza, a escrita dele.

    Grande abraço, meu amigo :)