sábado, agosto 30, 2008 | Posted in ,


Bem, nem sei como começar, talvez não devesse levar tão a peito certas coisas com as quais me "cruzo" por estas andanças da web... mas sou um comum mortal, tenho sentimentos e opiniões e como tal não posso ficar apático, não posso fingir que não me afecta... Digam-me vocês meus amigos, o que fazer com uma aberração destas?????? Não sei... talvez apedrejá-la até à morte??? Queimá-la viva??? Cortar-lhe a língua e furar-lhe os olhos??? Nem sei qual o castigo ideal para esta besta, uma anormal com este tipo de crenças não pode ser humana... ainda por cima do mundo ocidental. Eu costumo tolerar tudo e todos, respeito as opiniões, mesmo não estando de acordo e sei ouvir os vários pontos de vista mas por favor, não me peçam para tolerar esta filha da p... pois não merece qualquer tipo de tolerância. Vejam o video, está em inglês pois a dita personagem é americana e deu uma entrevista para um canal televisivo americano... agradece a Deus a existência do HIV, o 11 de Setembro foi uma dádiva, os soldados Americanos mortos na guerra do Iraque é um castigo de Deus.... Para esta besta, todos são culpados e vão parar ao Inferno... Para mim, dádiva era enfiar-lhe um pinheiro no c... desculpem a linguagem mas a revolta que esta merda provocou em mim...
Category: ,
��

Comments

2 responses to "Fanática ou não..."

  1. pinguim On 30 agosto, 2008 03:12

    Acerca deste video, nem sei o que dizer; ódio é sentimento que náo consigo ter, mas também não sou santo; gostaria de ver esta puta sofrer, sofrer mesmo muito, mas perante o que ela diz, haverá algo que a faça sofrer?
    Esta mulher nunca poderá ter amado ninguém, é impossível que alguma vez experimentasse a alegria de ser mãe, esta tipa nunca foi feliz e por isso não tolera a felicidade.
    Abraço.

     
  2. x_bear On 30 agosto, 2008 13:22

    olá amigo pinguim:
    eu tambèm não consigo ter ódio por ninguém , mas esta fulana se estivesse à minha frente acho que lhe mudava logo aquela cara de anormal...é mais uma dita Igreja como ela lhe chama, acima de tudo baseada num fanatismo.
    um grande ABRAÇO***